top of page

Parque Cachoeira das Andorinhas em Ouro Preto: 3 trilhas fáceis

Atualizado: 22 de mai.



Além da bela paisagem colonial, repleta de monumentos históricos de grande importância, Ouro Preto também é um destino turístico perfeito para os amantes de trilhas e natureza. Não muito distante do centro histórico você encontrará espaços naturais para desacelerar e contemplar o som dos pássaros e das cachoeiras.


Mas fique tranquilo. Estou falando de trilhas leves, ideais para quem quer contato com a natureza sem grandes riscos. Bora saber mais sobre o Parque Municipal Cachoeira das Andorinhas?


Neste Post:




Saiba mais sobre o Parque Cachoeira das Andorinhas


Antes de partir para essa aventura, você precisa saber um pouquinho sobre o Parque Municipal Cachoeira das Andorinhas:


Criado em 1968, o parque foi ampliado em 2005 e hoje possui uma área total de cerca de 557 hectares. Além da preservação da fauna, flora e demais recursos naturais, o Parque Cachoeira das Andorinhas está inserido numa região de grande importância geológica e histórica.


Cachoeira das Andorinhas.

Foi nessa região que a antiga Vila Rica, hoje Ouro Preto, se formou. Não muito distante de sua entrada estão alguns dos templos mais antigos da cidade, como a Capela de São João e de São Sebastião. Ou seja, além de conhecer um pedaço vivo da natureza local, você estará visitando também um lugar que participa ativamente da tradição cultural de Minas Gerais.



Como chegar ao Parque Cachoeira das Andorinhas


Você pode acessar o Parque passando pelos bairros do Morro Santana e Morro São João, vindo pela rua 15 de Agosto. Esse trajeto dá acesso a portaria 1 e é um pouco mais demorado.


A segunda forma é pela Rua Henri Gorceix, passando pela ladeira João de Paiva, saindo diretamente no bairro São Sebastião, perto da portaria 2. Esse é o trajeto mais rápido e que pode ser feito de carro - cerca de 20 minutos separam a Praça Tiradentes da portaria do Parque.


Uma linha regular de ônibus que sai do terminal próximo a Praça Tiradentes, cruzando o eixo bairro São Sebastião - Centro, também é uma alternativa.


O Parque funciona todos os dias da semana, das 8 às 18 horas, com entrada gratuita e vigilância. Além disso, o Parque conta com trilhas e pontos de interesse sinalizados, espaço de recepção para o visitante, quadra esportiva, espaço com churrasqueiras e bebedouros.


Fique atento: ao chegar você deverá fazer o seu cadastro e receber orientações dos monitores.


Trilhas para todos os gostos


O Parque oferece trilhas para todos os níveis de interesse e de dificuldade. É importante se informar na recepção sobre eventuais fechamentos. Em algumas épocas do ano, especialmente no período de chuvas, a atenção deve ser redobrada.


Se você deseja percorrer trilhas mais longas ou praticar esportes como rapel, é necessário sempre ter a companhia de um guia ou profissional habilitado.


Vejamos agora 3 trilhas de fácil acesso para você conhecer as belezas naturais do Parque das Andorinhas:



Cachoeira das Andorinhas. Foto: Divulgação.
Cachoeira das Andorinhas. Foto: Divulgação.


Trilha Cachoeira das Andorinhas


A trilha da Cachoeira das Andorinhas é o destino ideal para quem deseja fazer uma caminhada cercado pela natureza e sem ter que percorrer longas distâncias.


A Cachoeira das Andorinhas, que batiza o Parque, está situada dentro de um complexo de rochas que se assemelha a uma gruta, servindo de abrigo para um enorme número de andorinhas de coleira durante o verão - daí o nome.


Apenas 550 metros separam a entrada do Parque desta cachoeira, um pouco mais de 10 minutos de caminhada por uma paisagem exuberante.



Cachoeira das Andorinhas
Poço do Baú. Foto: Divulgação.


Poço do Baú


Outra trilha fácil e igualmente bela é a trilha que leva até o Poço do Baú. São cerca de 700 metros da portaria até lá, ou mais ou menos 20 minutinhos. Este é um dos lugares preferidos para quem deseja fazer um piquenique ou apenas se sentar e apreciar o som das águas.


Não deixe de apreciar a paisagem, cercada pelas famosas montanhas mineiras e com a flora da Mata Atlântica preservada.



Pedra do Jacaré
Mirante da Pedra do Jacaré. Foto: Divulgação.


Pedra do Jacaré


A Pedra do Jacaré é o mirante mais famoso do Parque Cachoeira das Andorinhas. Essa formação rochosa conta com um curioso formato de uma cabeça de jacaré. A trilha até o mirante é considerada fácil, com cerca de 20 minutos de caminhada. Aqui você terá uma incrível vista para a serra. Um lugar mágico que renderá fotos incríveis.



Alguns cuidados importantes


Natureza é coisa séria. Antes e iniciar sua aventura, vale saber algumas dicas essenciais:


Para que seu passeio seja maravilhoso é preciso tomar cuidado com as rochas de quartzito, que podem ser bem escorregadias. Atenção também para as fendas de grande profundidade que podem ser encontradas no percurso durante as caminhadas. 


Use sempre calçados confortáveis e antiderrapantes. Recomendo também que traga mochilas leves e um chapéu para se proteger do sol.


Traga sua garrafa e se hidrate sempre, e jamais se esqueça do protetor solar, mesmo nos dias nublados.


Em períodos chuvosos, é preciso conferir a previsão do tempo. Alguns poços e cachoeiras podem ser fechados durante as chuvas por questões de segurança.


Nada de deixar lixo nas trilhas. Leve todos os resíduos com você e descarte-os nas lixeiras próprias para cada tipo.


E claro: aproveite! Faça muitas fotos, mas se puder, deixe o celular um pouquinho de lado e curta o vento no rosto, o som dos pássaros e o barulho das águas. Tome um banho de cachoeira e saia com as energias recarregadas.


Gostou das dicas? Então confira o meu passeio personalizado sobre o Parque das Andorinhas e agende hoje mesmo o seu walking tour comigo!









376 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page