top of page

Você sabe o que é Turismo de Experiência?


Basta uma breve folheada no dicionário para descobrirmos que a palavra ‘experiência’ significa experimentar, tentar, adquirir conhecimento através da vivência. As mudanças na forma como consumimos produtos e serviços alcançaram o mundo dos viajantes, que hoje prezam pela experiência em torno do passeio.


Mas você sabe o que é o Turismo de Experiência? Como ele funciona na prática? Vem saber mais sobre essa nova forma de vivenciar os lugares e como ele se aplica ao rico universo cultural e histórico de Minas Gerais e de Ouro Preto.



Festa do Reinado de S. Efigênia, em Ouro Preto. Foto: Ane Souz.
Festa do Reinado de S. Efigênia, em Ouro Preto. Foto: Ane Souz.


Viver e Experimentar


O turismo tradicional é conhecido por seus roteiros que enfatizam visitas a pontos turísticos amplamente conhecidos, orientados basicamente pela visitação.


Nesse modelo, o viajante realiza um passeio funcional: viajar, conhecer e se despedir. Não é incomum que a experiência se torne cansativa e cheia de números que quase ninguém se lembrará depois.


Você certamente já passou por essa situação: depois de completar sua viagem, acabou retornando para casa com um a sensação de que apenas passou pelos lugares, sem se envolver emocionalmente com os pontos visitados, certo?


Felizmente, esse tipo de turismo vem perdendo espaço para o Turismo de Experiência.


O que é Turismo de Experiência?


O Turismo de Experiência foca no viajante, oferecendo uma vivência sensorial completa, na qual você participa ativamente do passeio, e não apenas como mero espectador.


Dessa forma, o Turismo de Experiência proporciona ao viajante uma vivência completa. Utilizando todo o seu conhecimento, o Guia de Turismo conduz os aventureiros por uma jornada que envolve sentidos e sentimentos, tornando a experiência ainda mais memorável.


É claro, para que essa experiência se torne possível, você deverá contar com a presença de um Guia de Turismo e eu estou aqui para te ajudar nessa jornada!



Um passeio leve pelas ruas de Ouro Preto.
Um passeio leve pelas ruas de Ouro Preto.


Viajar com um novo olhar


O que torna uma viagem algo realmente inesquecível é o nosso envolvimento emocional com o lugar e as pessoas. Ao conhecer um novo local, a memória daquele lugar se torna ainda mais marcante se o viajante se sentir emocionalmente inserido naquele cenário. Por exemplo quando conhecemos a história dos antigos moradores de um casarão colonial que virou museu, a experiência se torna inesquecível.


Por isso gosto sempre de guiar meus passeios tendo como foco os detalhes pouco conhecidos. Cada rua, igreja ou monumento visitado possuem uma história oculta, que é revelada durante a nossa visita. Dessa maneira, aprendemos novos pontos de vista e nos integramos com a cidade de um modo muito mais natural, leve e dinâmico.


Afinal, somos uma colcha de retalhos feita de experiências, sabores que provamos e pessoas que conhecemos ao longo da vida. Os lugares que visitamos se tornam parte da construção de quem nos tornamos com o tempo. Viajar é uma forma de se descobrir e de revelar mais sobre a nossa essência.




Cada cantinho de Ouro Preto nos revela um novo jeito de pensar a história.
Cada cantinho de Ouro Preto nos revela um novo jeito de pensar a história.


Vivenciar ou Experimentar?


Essa é uma dúvida comum e dentro do turismo de experiência, e por isso gosto de aplicar o conceito de vivência.


Você deve estar se perguntando: mas Sueli, experiência e vivência não são sinônimos? A resposta é: não!


Embora o Turismo de Experiência valorize as vivências individuais de cada viajante, vivência e experiência são coisas diferentes.


Você pode experimentar uma cidade como Ouro Preto tendo um contato mais próximo com sua histórica e cultura. Mas a vivência depende de um conhecimento único, moldado de acordo com as suas necessidades.


Vivência significa também "viver a cidade", seja através do contato com os locais, visitando pontos pouco conhecidos e fora do roteiro tradicional ou ainda participando de uma atividade religiosa ou cultural. A vivência depende de um novo jeito de olhar e sentir.


Podemos dizer que a vivência está um patamar acima da experiência, nos colocando em contato direto com a "alma da cidade". Essa é uma forma transformadora de conhecer o passado sem perder de vista o nosso senso crítico e a nossa visão do presente.


O Turismo de Experiência leva o viajante a um verdadeiro passeio pela história do lugar que está visitando, fazendo-o sentir-se parte daquele lugar e daquele mundo, mesmo que seja por algumas horas. É nesse contexto que podemos vivenciar o que a cidade tem de melhor.


O prazer de provar um novo prato, uma fruta diferente ou conhecer a produção de pratos tradicionais torna a viagem parte de um sentido vivo. E não tem lugar melhor no Brasil para viver essa experiência de modo tão intenso quanto em Minas Gerais.


Em cada roteiro uma nova vivência


Agora que você sabe mais sobre o Turismo de Experiência, que tal arrumar as malas e partir nessa aventura?


Minas Gerais te espera de braços abertos com inúmeros encantos que farão de sua viagem um momento de grandes descobertas.


Para te ajudar nessa jornada, preparei alguns passeios sob medida. Clique no botão abaixo e agende hoje mesmo. Escolha seu roteiro e vamos nessa!




14 visualizações0 comentário

Комментарии


bottom of page