5 coisas para se fazer em Ouro Preto!

5 coisas para se fazer em Ouro Preto!
5 de Maio de 2017 Sueli Tour Guide

Visitar Ouro Preto é como realizar uma viagem em uma máquina do tempo que te leva ao período do Brasil colônia e suas histórias.

As ruas calçadas de paralelepípedos, íngremes e estreitas, o casario colonial, a belíssima arquitetura barroca de seus monumentos e as obras de Aleijadinho e do Mestre Ataíde são notáveis. Tudo isso rendeu à antiga Vila Rica o título de Patrimônio Histórico da Humanidade, em 1980.

O rococó de suas igrejas, e a presença dos artistas e dos estudantes que moram em repúblicas com nomes exóticos, adicionam mais charme à cidade.

Quer ótimas sugestões do que fazer em Ouro Preto? Leia meu artigo!

1. Praça Tiradentes

Primeira visão impactante da cidade, a praça é cercada pelo belo casario, incluindo o Museu da Inconfidência e a Escola de Minas, em lados opostos. No centro, a presença imponente do herói da Inconfidência Mineira, Tiradentes, representado pela estátua inaugurada em 1894 por Afonso Pena, que então governava Minas Gerais.

A estátua marca o ponto onde a cabeça do mártir foi exposta, depois de enforcado no Rio de Janeiro e esquartejado a mando da Coroa portuguesa. Vou te contar a história em detalhes, quando você chegar.

2. Museu da Inconfidência

Localizado na Praça Tiradentes, o Museu da Inconfidência oferece um acervo variado de objetos, mobiliário e documentos da época colonial. Você verá ricas peças do barroco mineiro, além da documentação do julgamento e da sentença de morte de Tiradentes. Os restos mortais de alguns inconfidentes também estão sepultados lá.

O museu foi instalado na antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, e também conta com peças do Aleijadinho e do Mestre Ataíde, renomados artistas do barroco mineiro.

Na parede externa central, observe o chafariz com a inscrição em homenagem ao 21º aniversário de D.Pedro II.

3. Museu de Ciência e Técnica

Oposto ao Museu da Inconfidência, encontra-se a Escola de Minas e o Museu de Ciência e Técnica, com um belíssimo setor de mineralogia. Antes de entrar, tire belas fotos da praça e do Museu da Inconfidência do outro lado. O prédio do antigo Palácio dos Governadores situa-se em nível mais alto, proporcionando ótimo ângulo para fotos.

Já dentro do Museu de Mineralogia, como é popularmente chamado o setor de mineralogia, o visitante encontra gemas raras, como o diamante negro e o ouro preto que deu nome à cidade, além de esmeraldas, topázios e muitas outras.

4. Igreja de São Francisco de Assis de Ouro Preto

Saindo do Museu da Inconfidência, siga à direita em direção ao Largo de Coimbra para admirar a primeira das inúmeras igrejas da cidade. A Igreja de São Francisco é considerada uma obra prima de Antônio Francisco Lisboa, o famoso Aleijadinho, que assinou o projeto e o risco da portada. A construção foi iniciada em 1766, pela Ordem Terceira de São Francisco.

Admire o magnífico coroamento do pórtico de entrada e o lavabo na sacristia, ambos esculpidos por Aleijadinho em pedra sabão.

No forro da nave central, mais preciosidades: a cena da glorificação de Nossa Senhora Rainha dos Anjos, obra máxima do famoso Mestre Ataíde. Um detalhe curioso: a Virgem Maria tem traços negros, contrariando os padrões estéticos europeus.

Ao fim da visita, passe pela Feira de Artesanato logo em frente e compre peças dos artistas mineiros em pedra sabão. São lindas!

5. Casa dos Contos

Ainda partindo da Praça Tiradentes, desça a Rua Direita (Rua Conde de Bobadela) e admire a arquitetura colonial até a Casa dos Contos, belo casarão datado de 1782. O prédio foi Casa de Fundição e serviu de prisão na época da Inconfidência Mineira. Foi lá que Cláudio Manuel da Costa, um dos inconfidentes, foi encontrado morto na cela.

Atualmente, o casarão contém o Museu da Moeda e do Fisco e o Centro de Estudos do Ciclo do Ouro, além de salas de exposições temporárias.

Há muitas coisas para se fazer em Ouro Preto: visitar as antigas minas de ouro, um divertido passeio de trem até a vizinha Mariana, passeios noturnos sob a névoa que encobre a cidade, trilha para a Cachoeira das Andorinhas e até o Pico do Itacolomi. Você vai amar!

Gostou? Siga-me no Facebook e no Instagram!

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*