top of page

5 museus imperdíveis em Ouro Preto

Atualizado: 22 de mai.

Ouro Preto, como o seu próprio nome já indica, é uma cidade riquíssima! Tanto pelo ouro encontrado em suas terras, quanto por toda a sua história e cultura impressas em cada casarão, igreja e obras de artes espalhadas pela cidade.


Em meio a tantas opções culturais, fica fácil se perder na hora de tentar escolher o melhor roteiro para sua viagem. Se você já começou a pesquisar, sabe do que eu estou falando, não é mesmo?


Para te ajudar a conhecer Ouro Preto de um jeito bem especial, preparei uma lista com 5 museus que você não pode deixar de conferir. Vem comigo.


Neste post:






Museu da Inconfidência. Foto: Wikipedia / Divulgação.
Museu da Inconfidência. Foto: Wikipedia / Divulgação.

Museu da Inconfidência


A antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, hoje Museu da Inconfidência, é um exemplar notável da arquitetura colonial e atualmente o maior museu dedicado a Inconfidência Mineira no Brasil.


Sua construção iniciou-se na década de 1780 pelo governador Luís da Cunha Meneses, seguindo o projeto de José Fernandes Pinto Alpoim, numa época em que as minas já estavam perdendo fôlego e o governador estava na mira das críticas (Cunha Meneses ficaria famoso através das Cartas Chilenas, poema satírico atribuído a Tomás Antônio Gonzaga).


O prédio chama a atenção pela imponência. Nos tempos coloniais, contava com salas de arsenal, cárcere, enfermaria, oratório, cozinha, além das salas administrativas.


Por fora, o prédio é impressionante e elegante, com uma fachada simétrica de dois andares e detalhes em cantaria (técnica que utilizava pedra para a decoração). No topo, corre uma balaustrada com estátuas nas extremidades. Essas estátuas representam a Justiça, a Coragem, a Temperança e a Força.


O museu foi criado nos anos de 1930 durante a Era Vargas e com o passar do tempo foi expandindo o seu acervo para além da Inconfidência Mineira. Hoje ele se apresenta também como um valioso acervo sobre a evolução social de Minas Gerais.


Não deixe de conferir o Panteão dos Inconfidentes, local onde estão depositados os restos mortais dos participantes do movimento revolucionário. No setor de imaginária, você encontrará obras do Mestre Ataíde e de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.


O Museu da Inconfidência possui uma ampla programação cultural, com palestras e eventos que valem a visita. Confira a agenda neste link.


Visitação: de terça a domingo, das 10 às 18 horas. Entrada gratuita.



Museu Boulieu
Museu Boulieu: Foto: Nelson Kon / Instituto Pedra.


Museu Boulieu


Inaugurado em 2022, esse é o mais recente museu de Ouro Preto.


O Museu Boulieu – Caminhos da Fé, exibe a coleção doada pelo casal Maria Helena e Jacques Boulieu, com peças de várias partes do mundo, influenciadas pela cultura europeia trazida pelos navegadores portugueses e espanhóis. A proposta aqui é trazer a arte barroca para um contexto de expressão global.


Você terá a oportunidade de compreender a arte colonial em toda a sua variedade criativa, em obras que mostram as culturas locais de diferentes partes do mundo. Objetos do cotidiano, imagens sacras, pinturas, mapas e livros compõem esse acervo riquíssimo.


Além do acervo clássico, outras obras são expostas em eventos sazonais.


O Museu Boulieu também conta com espaço para eventos e palestras e uma intensa programação cultural. Confira no site da instituição.


Visitação: segunda das 10 às 18h. Quarta das 13 às 21h. De quinta a domingo das 10 às 18h. Terça-feira: fechado. Ingressos custam R$10 (inteira) e R$5 (meia).




Matriz de Nossa Senhora da Conceição. Foto: Divulgação.
Matriz de Nossa Senhora da Conceição. Foto: Divulgação.

Museu Aleijadinho


Antônio Francisco Lisboa, também conhecido como “Aleijadinho”, foi um grande escultor e entalhador da arte barroca no Brasil.


Suas obras são um grande legado da arte sacra brasileira e encantam a todos até hoje por sua riqueza de detalhes e beleza minuciosa. São estas obras que preenchem boa parte do espaço do museu instalado na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, que passou recentemente por um longo processo de restauração.


Este é um museu especial, intimista, que conta um pouco da história da religiosidade mineira através de peças de grande valor histórico e artístico.


Outro dado importante é que o Museu Aleijadinho funciona em um circuito que abrange três igreja históricas de Ouro Preto: o Santuário Nossa Senhora da Conceição, a Igreja de São Francisco de Assis e Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões - conhecida como Mercês de Baixo.


É mais do que recomendado que você utilize o ingresso e conheça o circuito inteiro. Uma rara oportunidade para descobrir os detalhes que fazem do barroco em Minas Gerais uma expressão artística única no mundo.


Visitação: O Museu Aleijadinho, o Santuário de N. S. da Conceição, a Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões e a Igreja de São Francisco de Assis funcionam de terça a domingo, da 8:30 às 12h e de 13:30 às 17h. O ingresso custa R$10 (inteira) e R$5 (meia).



Museu Casa dos Contos.
Museu Casa dos Contos.


Museu Casa dos Contos


Tem quem ache que o nome do museu está relacionado a literatura. Porém, não se engane. O nome “contos” faz referência a moeda da época, já que por muitos anos o casarão funcionou como sede da administração pública da região.


Construída entre 1782 e 1784, a Casa dos Contos foi inicialmente a residência e "Casa dos Contratados" de João Rodrigues de Macedo. Em 1789, hospedou tropas do vice-rei e serviu de prisão para inconfidentes como Cláudio Manoel da Costa. A partir de 1792, virou sede da "Administração e Contabilidade Pública da Capitania de Minas Gerais", ganhando o nome "Casa dos Contos".


Em 1973, o prédio foi restaurado e foi criado o Centro de Estudos do Ciclo do Ouro, que facilita a pesquisa de documentos econômicos e fiscais da época, além de outros arquivos socioeconômicos e culturais de Minas Gerais. Dentro do edifício há exposições numismáticas, além de outras mostras culturais. Tudo isso junto com o mobiliário e a arquitetura única.


Não deixe de conferir o Horto dos Contos, espaço de preservação ambiental e lazer que corta o coração de Ouro Preto e que possui uma de suas entradas na própria Casa dos Contos. É a chance de combinar dois tipos de passeio em um só.


Visitação: O museu tem entrada gratuita e funciona de terça a sábado, das 10 às 16h, e aos domingos e feriados, das 10 às 14h.



Matriz de Nossa Senhora do Pilar. Foto: Divulgação.
Matriz de Nossa Senhora do Pilar. Foto: Divulgação.


Museu de Arte Sacra de Ouro Preto


O Museu de Arte Sacra de Ouro Preto fica localizado no subsolo da Basílica Nossa Senhora do Pilar e possui um acervo riquíssimo que atravessa mais de 300 anos anos de história. Dedicado ao universo sacro, seu acervo é um dos mais importantes de Minas Gerais.


A exposição é dividida em oito salas temáticas que possuem prataria, mobiliário, imagens, entre outros objetos litúrgicos que ajudam a contar a história sacra do período colonial. São mais de 400 peças produzidas entre os séculos XVII e XIX de diferentes estilos: do Barroco ao Neoclássico.


A Basílica de Nossa Senhora do Pilar é uma obra-prima do barroco mineiro, com sua arquitetura imponente e decoração rica. Caminhar pelos corredores do museu é como fazer uma viagem no tempo, onde cada canto revela um pouco mais da fé e da arte que moldaram Ouro Preto.


Para quem visita Ouro Preto, o Museu de Arte Sacra é uma parada obrigatória. Ele não só preserva a herança religiosa e artística da cidade, mas também oferece uma experiência única de imersão na cultura e na história de Minas Gerais.


Visitação: de terça a domingo, das 9 às 10h45 e das 12 às 16h45. O valor do ingresso é de R$10 (inteira) e R$5 (meia).


Em resumo


Ouro Preto é uma verdadeira festa para quem gosta de história, cultura, arte e bons museus. Cada museu da cidade nos ajuda a compreender um pedacinho dessa rica tapeçaria cultural que formou a nossa identidade.


Seja nas obras sacras de museus como o Museu Aleijadinho ou nos tesouros expostos no Museu da Inconfidência, somos transportados para um universo enriquecedor. Tenho certeza que você irá ver a história do Brasil com novos olhos.


Se você gostou das dicas, não deixe de conferir os meus passeios personalizados por Ouro Preto e também por outras cidades mineiras. Agende hoje mesmo o seu walking tour. Sabia mais no botão abaixo.






 

56 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page