Dicas de Passeios em Belo Horizonte

Dicas de Passeios em Belo Horizonte
18 de Oktober de 2017 Sueli Tour Guide

Belo Horizonte, a capital mineira, é uma cidade singular, que carrega uma mistura de modernidade, típica de grandes metrópoles, com ares de cidade do interior. Uma mistura que fica ainda mais charmosa com a receptividade e a simpatia do povo mineiro, sempre disposto para dois dedos de prosa. Nesse post, preparei três roteiros com dicas de passeios para você descobrir as maravilhas da Belo Horizonte! Confira.

“Beagá”, como é carinhosamente chamada pelos mineiros, conta com lugares incríveis para se conhecer. Desde sua grande variedade de museus e parques ao seus complexos arquitetônicos que chamam a atenção de muitos visitantes. Uma cidade que vale a pena ser visitada em sua viagem a Minas Gerais.

Roteiro 1 –  Pontos turísticos tradicionais

Um dos pontos turísticos mais tradicionais da cidade, a Praça da Liberdade encanta por seus jardins inspirados no francês Palácio de Versalhes. Além do seu belo paisagismo, a Praça conta ainda com coretos e fontes luminosas que dão ainda mais charme ao local. Construída na época da fundação da cidade para abrigar a sede do poder mineiro, o local se tornou um lugar afetivo dos belo-horizontinos que por ali passam a caminho do trabalho ou se reúnem para caminhadas, passeios com a família ou um bom bate-papo entre amigos. Seus ares de calmaria em meio à cidade grande são um convite para um agradável passeio matinal ou de fim de tarde.  

Atualmente,  a praça abriga o Circuito Cultural Praça da Liberdade, onde recomendo visitar o Memorial Minas Gerais.  No espaço você vai poder conhecer mais sobre nossos poetas mineiros como Guimarães Rosa e Carlos Drumond de Andrade e também se encantar com um Ipê feito de papel! Depois, ainda no Memorial, aproveite para se deliciar com um cafezinho e um pão de queijo.

Daqui, siga pela Av. Afonso Pena até a Praça do Papa e o Mirante das Mangabeiras para avistar o mesmo “belo horizonte” que o Papa João Paulo II admirou ao celebrar uma missa em sua passagem pelo Brasil nos anos 80.

Ainda passeando pelo centro da cidade, não deixe de visitar o Mercado Central. O espaço conta com mais de 450 barracas onde se vende de tudo um pouco: comida, temperos, bebidas, louças, panelas de pedras, artesanatos e diversas especiarias. Caminhe pelos corredores e vivencie os aromas, os sabores e as cores do Mercado Central.  

No local, você pode se deliciar com as típicas iguarias de Minas Gerais como o queijo minas, o doce de leite e até mesmo uma cachacinha mineira. Aqui você encontra mais de 450 rótulos de cachaças para poder escolher e levar uma lembrança tipicamente brasileira para se recordar de sua viagem por Minas Gerais.

Aproveitando seu passeio pelo espaço, sugiro fazer uma pausa para matar a fome em um dos mais tradicionais botecos do mercadão, o Casa Cheia. Muito frequentado por quem por ali passa, o Casa Cheia conta com um cardápio próprio, com pratos criados por seu chefe de cozinha.  Entre eles, um dos mais famosos é o Mineirinho Valente, que leva canjiquinha, queijo, linguiça caseira e costelinha desossada.  Uma união saborosa de iguarias mineiras.

Mais tarde, aproveite para conhecer  a Lagoa da Pampulha. O local é um convite para curtir um dia sem preocupações, ideal para uma caminhada, fazer um piquenique, andar de bike (Global Bike), que você pode alugar por lá mesmo, e aproveitar a vista proporcionada por um dos vários mirantes. Uma ótima ideia para ver o lindo pôr do sol caindo sobre a lagoa.

A lagoa, que embeleza o entorno do Complexo Arquitetônico da Pampulha, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, fica a 20 km do centro da cidade e está no caminho para o aeroporto. Assim, você também pode incluir essa parada no seu vai e vem de Confins.

 

Roteiro 2 – Arquitetura em Belo H0rizonte

Aproveitando seu tour pela Lagoa da Pampulha, que tal realizar um passeio pelo Complexo Arquitetônico da Pampulha e conhecer as belezas de Oscar Niemeyer? O Complexo é um dos mais valiosos patrimônios arquitetônicos do Brasil, projetado por Niemeyer a pedido de Juscelino Kubitscheck, quando era prefeito de BH.  Aqui, comece seu passeio pela Igreja São Francisco de Assis, que une a moderna arquitetura do arquiteto com a tocante pintura de Cândido Portinari.  Um lugar que vale a visita tanto pela sua beleza quanto pela sua importância histórica.

Outro atrativo do Complexo  que atrai muitos visitantes é a Casa do Baile que encanta pela sinuosidade de sua arquitetura. A Casa fica situada numa pequena ilha artificial ligada à orla por uma ponte de concreto. O local foi inicialmente criado como um espaço de lazer, para abrigar um restaurante e uma pista de dança. Atualmente, a Casa do Baile funciona como um espaço de exposições artísticas.

Ainda conhecendo o Complexo, visite o Museu de Arte da Pampulha. O prédio, que por si só já é uma obra artística, funcionava como um luxuoso cassino na década de 1940. Hoje, o prédio abriga um acervo de renomados artistas como Portinari, Di Cavalcanti, Guignard, dentre outros. Sua beleza é complementada pelos jardins que cercam o prédio, criados por Burle Marx, que apresentam espécimes da flora brasileira.

Para se conhecer ainda mais as obras e a carreira de Niemeyer, sugiro colocar no seu roteiro uma visita a Cidade Administrativa de BH, atual sede do governo mineiro. Criada quase 60  anos depois  do Complexo de Arte da Pampulha, seu primeiro projeto em BH, a Cidade Administrativa é mais uma obra prima do arquiteto. Considerado um dos projetos mais ousados de Niemeyer, a Cidade Administrativa encanta pela  vanguarda e pela beleza de suas edificações.

 

Roteiro 3 – Cultura em Belo Horizonte

Se você estiver no centro da cidade,  aproveite para visitar o Centro de Arte Popular. O  espaço valoriza a riqueza e a diversidade do trabalho de artesãos populares mineiros. Lá, os visitantes podem conhecer obras de diversas regiões do estado, como o Vale do Jequitinhonha, Cachoeira do Brumado, Ouro Preto, Sabará, dentre outros.  

Se você se encantou pelas manufaturas e quiser conhecer mais trabalhos de artesãos mineiros, siga para o Palácio das Artes. Lá você vai encontrar uma lojinha de artesanato para poder levar uma linda lembrança das terras mineiras para casa. Aproveite sua ida ao Palácio e visite a exposição em cartaz e depois passeie um pouco no Parque Municipal. O Parque, que encanta por sua beleza natural,  fica logo ao lado do Palácio da Artes, na Avenida Afonso Pena. Após apreciar o passeio, desça a avenida e faça uma parada no Hotel Othon Palace. Subindo até o 25º andar você pode admirar uma vista panorâmica do Parque Municipal enquanto toma uma deliciosa caipirinha.

Depois de todos esses passeios, talvez agora seja hora de voltar para o hotel e descansar… Ou não. Se eu fosse você, sairia para aproveitar a noite belo-horizontina que é conhecida pela sua gastronomia e cultura boêmia! Uma boa ideia, né? Fique ligado aqui  no blog, que no próximo post vou trazer sugestões de roteiros boêmios e gastronômicos  para você curtir a noite da cidade!

 

Curtiu as dicas de roteiro?

Então, você pode curtir BH sozinho ou pode contar com a minha ajuda para montar pra você um roteiro personalizado que mais atenda suas expectativas e necessidades, padronizado para o seu tempo de viagem! Quer saber mais sobre roteiros personalizados, então não deixe de comentar aqui no post ou de entrar em contato comigo!

Ah, e se você visitar a capital mineira com mais tempo, pode aproveitar para fazer um city tour em Ouro Preto e conhecer as maravilhas culturais e históricas desse patrimônio cultural da humanidade. Pertinho de Belo Horizonte, a 100 km, Ouro Preto tem fácil acesso à capital!

 

Informações Gerais

 

Mercado Central
Endereço: Av. Augusto de Lima, 744, Centro
Horário de funcionamento: 07h às 18h

Igreja São Francisco de Assis
Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 751, Pampulha
Horário de funcionamento: Terça a Sábado, de 9h às 17h. | Domingo, de 8h à 12h

Casa do Baile
Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 3000, Pampulha
Horário de funcionamento: Quarta a Domingo, de 9h às 18h. | Terça, de 9h às 21h

Museu de Arte da Pampulha
Endereço: Av. Otacílio Negrão de Lima, 16585, Pampulha
Horário de funcionamento: Quarta a Domingo, de 9h às 18h. | Terça, de 9h às 21h

Centro de Arte Popular
Endereço: Rua Gonçalves Dias, 1608, Lourdes
Horário de funcionamento: Terças, quartas e quintas, de 10h às 19h.
Quinta, de 12h às 21h.
Sábado e domingo, de 12h às 19h.

Memorial Minas Gerais
Endereço: Praça da Liberdade, s/n
Horário de funcionamento: Terças, quartas, sextas e sábados,  de 10h às 19h.
Quinta, de 12h às 21h.
Sábado e domingo, de 12h às 19h.

Mirante Mangabeiras
Endereço: Rua Pedro José Pardo, 100, Mangabeiras
Horário de funcionamento: Terças a domingos, de 9h às 17h

Palácio das Artes
Endereço: Avenida Afonso Pena,  1537
Horário de funcionamento: Segunda a Sábado, de 9h às 21h. | Domingo, de 16h às 21h.

Parque Municipal
Endereço: Avenida Afonso Pena, 1377
Horário de funcionamento: Terças a Domingo, de 6h às 18h. 

0 Kommentare

Antwort hinterlassen

Deine E-Mail-Adresse wird nicht veröffentlicht. Erforderliche Felder sind mit * markiert.

*